quinta-feira, 25 de julho de 2013

Impossível???

Impossível tocar
Impossível sentir 
Impossível??


Existe entre nós uma barreira que não ousamos quebrar


terça-feira, 16 de julho de 2013

Apetece-me #20


Apetece-me sentir-te,
… Apetece(s)-me …
Apetece-me sentir o serpentear da tua língua no meu corpo...
Apetece-me sentir as tuas mãos a penetrar nos meus sentidos...
… Quero que me deixes louca ...
… Faz-me delirar de prazer ...
… Faz-me enlouquecer de desejo ...
… Faz-me TUA …
Apetece(s)-me
Apetece-te???

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Quero ... (TE)


Quero perder-me na tua boca
Saborear a tua língua
Perder-me no teu sabor...
Quero sentir-te em mim
....
O teu sabor,
O teu cheiro,
A tua volúpia...
...
Derreter com o teu calor,
Enlouquecer nas tuas caricias
Estremecer no teu palpitar...
e assim sentir-te em mim
... Quero-te ...

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Neste silêncio


Neste silêncio profundo que viajo em desatino na volúpia desta nossa paixão

Apetece-me #19


Apetece-me desafiar-te, tirar-te do serio 
Apetece-me descontrolar-te, deixar-te completamente enraivecido de desejo 
Apetece-me o teu lado animal 
Apetece-me enlouquecer-te e enlouquecer contigo 
Apetece-me 
Apetece-te???

quinta-feira, 4 de julho de 2013

A MALDIÇÃO DA/O EX


Ontem foi noite de estar com as amigas (noite de gajas) muita conversa, muitos copos e acabamos por falar da MALDIÇÃO DA/O EX nem sei bem porque mas lá ficamos até de madrugada a debater este tema tão delicado para umas e tão simples para outras.
Mas a verdade é que isto é uma praga para as novas relações, quem nunca passou pelas comparações com a/o ex, o que é no mínimo irritante, ora vejamos quando nos vêm com aquela conversa que a/o ex era assim ou assado como se estivessem a comparar a nossa forma de estar/agir com a de outra pessoa (odeio quando isto acontece … raios fico mesmo possessa) mas o que me deixa mesmo furiosa são as comparações que surgem naqueles momentos mais íntimos, se é que me entendem, por exemplo na minha ultima relação (se é que lhe posso chamar relação) existia uma frase que me irritava solenemente principalmente quando surgia nesse momentos “com a minha ex não podia fazer certas coisas … era impensável” … ok a menina era um pouco apagada mas o estar a ouvir isto sempre (ou quase sempre) que falávamos ou estávamos juntos era desgastante e depois surgiam aqueles pensamentos “mas será que ele me esta a mandar alguma indirecta” … “será que o menino quer propor algo” bem seja qual for o caso creio que no mínimo podia ter sido mais direto afinal já não somos crianças e não lhe custava nada falar porque isto de enviar sinas de fumo não esta com nada (digo eu).
Mas existe mais porque os ex por vezes são mesmo irritantes principalmente quando sabem por portas e travessas que estamos com alguém têm aquela estranha necessidade de se fazerem notar tipo alma penada que nos atormenta com aquelas ligações fora de hora, as mensagens que não pararam bem aí é que eu me passo mesmo … tenham dó há que saber impor um limite … bem sei que por vezes não é fácil principalmente se dessa nossa relação existe um ou mais filhos aí a nossa ligação com a/o ex vai ser para sempre mas até neste caso é bom que se esclareçam muito bem as coisas para que não aja constrangimentos de futuro. É que isto de estar com alguém e de repente o telemóvel toca e ouvir “é a/o minha/meu ex” é mau … digo eu … principalmente se isto acontece a umas horas um pouco improprias para se ligar seja a quem for.
E o que podemos fazer/dizer quando isto acontece??
Bem eu tento falar o que nem sempre é bom pois levamos logo com aquele rótulo de ciumentos a celebre frase “Não confias em mim” … por vezes o melhor é ficar mos quietos mas se o fazemos damos aquela sensação que não nos importamos … raios que isto é mesmo complicado ou então sou que complico.
Enfim esta MALDIÇÃO DA/O EX tem muito que se lhe diga … podia estar aqui horas a escrever sobre o tema … mas não o vou fazer … que só de escrever isto já estou a ficar irritada …
(só espero um dia não cair no erro de ser uma dessa ex metidas que passam o tempo a ligar a dizer que têm saudades … rsrsrsrsrs … é que nem me consigo rever numa personagem dessas)

Desculpem lá esta treta toda … vou tentar redimir-me no próximo post

Bacio 

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Delírios Matinais #6


Teu corpo mesmo estando tão longe provoca o meu
queima
arde
Minha vulva reclama tua pela ausência
E meu corpo, a tua boca faminta
Assanho-me
Transporto-me
Enlouqueço
Humedeço
Molha-me a ponta dos dedos

terça-feira, 2 de julho de 2013

Apetece-me #18


Apetece-me estar contigo, sentir o teu corpo no meu. Sentir o teu corpo na ponta dos meus dedos. Sentir o teu suspirar de prazer. Sentir a tua pele nos meus lábios. Apetece-me ficar colada a ti, sentir tudo em ti, só com a cumplicidade dos nossos desejos Sentir as tuas mãos nas minhas mãos, os teus lábios nos meus… o teu corpo nos meus lábios… Apetece-me ter-te plenamente em mim, sem receios, sem perdão, sem pudor. Totalmente entregues um ao outro e completamente enlouquecidos de prazer…
Apetece-me
Apetece-te??

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Um acordar ...

Quando me deitei ainda não tinhas chegado e sabia que o mais provável era que chegasses ao romper do dia ou nem virias ... adormeci completamente nua debaixo do edredão na expectativa de te ter ao meu lado quando acordasse ...
Por volta das 5 e pouco da manhã completamente adormecida, acordei com a tua língua dentro do meu sexo ... não abri os olhos ... deixei-me ficar entre o sonho e a realidade ...


Lambias-me lentamente ... com movimentos suaves ... lentos ... ternos ... abri completamente as pernas ... podia sentir a tua língua quente hábil que me percorria ... enquanto as tuas mãos se perdiam nos meus seios ... brincando com os meus mamilos ... já rijos ... toda eu me contorcia involuntariamente ... estava completamente enlouquecida ... húmida ... todos os poros do meu corpo transbordavam de desejo ... de prazer ... senti-a o sexo teu duro ... rijo ... contra as minhas coxas ... ansioso por entrar em mim ... bem fundo em mim ...


Pedi-te para entrares em mim ... como se mundo fosse acabar ... como se não houvesse amanhã ...
O meu sexo palpitava de tesão, completamente húmida ... ansiado por te sentir ... mas continuas-te só com a língua ... em movimentos ora firmes ora suaves ... chupando ... lambendo ... mordiscando ... até me vir para ti num orgasmo louco ... o meu corpo arqueado ... entre gemidos e gritos  com todo o prazer que me inundava ... sem quase me deixares respirar ... penetrar-te me ... senti-te bem fundo em mim ... completamente preenchida por ti ... sentia um prazer indescritível ... de tal forma que rapidamente me vim novamente ... quase ao mesmo tempo que tu ... estamos completamente exaustos, suados ... mas numa dimensão completamente "à parte" ... deixas-te me cair na cama ...  podia contemplar a tua imagem ainda louco de tesão ... não resisti a "engoli-lo" ... chupei ... lambi ... retribuindo todo o prazer que tinha sentido antes ... não tardas-te a vir-te para mim ... senti o teu néctar doce, quente ... o teu prazer foi tão intenso que trespassou para mim ... como se tivesse sido eu novamente ...
Foi fantástico ... sublime ...
Entretanto estava praticamente na hora de eu me levantar, tinha algumas coisas combinadas para essa manhã ... então fomos para o duche ... tomámos um bom banho morno ... roçando os nossos corpos ainda cheios de prazer e luxuria ... tomámos o pequeno-almoço ... e voltas-te para a cama ... antes de sair deite um beijo ... não sei se sentiste já tinha adormecido ... sai na esperança que quando regressa-se ainda estarias a dormir ... queria acordar-te de uma forma especial ... tal como me acordas-te a mim ...

[REAL OU NÃO ISSO SÓ EU SEI]