domingo, 18 de junho de 2017

Saudades desse [A]MAR




É com doçura que lembro,
Essas tuas investidas contra o meu corpo,
Ocupavas em mim um lugar como nunca ninguém o antes o fez,
Foste muito mais além do que esperaria,
Enorme na importância e nos gestos,
Vejo o tempo passar e no meu olhar lágrimas de perda e saudade,
Saudade dos teus braços,
De contigo pela mão passear,
Dos nossos sorrisos,
De adentrar-me junto a ti naquele mar,
Daquela alegria desmedida,
Dos beijos dados e roubados,
Dessas vontades atrevidas,
Foste um ser metamórfico que acompanhei,
Passando por várias fases a teu lado
Até que por fim abriste as tuas asas e contigo voei,
Foi bom tudo quanto se passou,
Foi amor, amar
Foi tudo e tão pouco que dá vontade de repetir...
Mas agora que apenas foi fica a saudade
A saudade desse [a]mar


Saudades desse [A]MAR
De Leonardo Reis

16/06/2017

["obg pela inspiração mau feitio" quando se recebe um elogio destes é de nós alimentar o EGO ... o que uma simples foto faz ...]

Sem comentários:

Enviar um comentário