domingo, 24 de janeiro de 2016

Apetece-me #46

Apetece-me contar-te um segredo.
Apetece-me ver-te, contemplar-te, tocar-te.
Apetecer abraçar-te, sentir-te, beijar-te.
Apetece-me estar contigo, sentir a tua alma, o teu corpo, a tua boca. 
Apetece-me ouvir as tuas fantasias sussurradas na noite, acordando os meus instintos, arrancando da minha alma os desejos escondidos.
Apetece-me o teu corpo colado ao meu, fundindo-se, amando, acabando-se. 
Apetece-me tocar-te por inteiro, sentir-te estremecer na ponta dos meus dedos. 
Apetece-me sugar todas as tuas gotas de suor, saborear-te com a ponta da minha língua.
Apetece-me despertar todos os teus gritos, gemidos de loucura e prazer.
Apetece-me sentir o gosto dos teus beijos delicados, a saborear os meus lábios, o calor da tua pele, fazendo o meu corpo curvar-se ao prazer e a maciez do teu toque, envolver o meu espírito, fazendo-me perder nos teus desejos, sem me deixar raciocinar.
Apetece-me sentir os teus movimentos carinhosos e ligeiros, enlouquecendo a minha mente, saboreando os delírios dos meus pensamentos … 

Apetece-me saciar-me do insaciável.



6 comentários:

  1. Bom Dia!!! Bom Dia!!! Poetisa Sensual!!!
    Permita-me
    Hoje...
    Ouvir Pouco
    e Falar Menos
    Hoje quero
    apenas Sentir...Tua Poesia nada Mais!
    Kláudia Flor

    ResponderEliminar