segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Fode-me ...


"Fode-me como se me amasses e ama-me como se me quisesses foder, a tua língua na minha pele, a minha língua na tua, e já não se sabe o que é meu e o que é teu, e a verdade é que já não existe meu nem teu, existe um corpo de dois partilhado, uma casa habitada em conjunto onde cada um se diverte como num parque de diversões. Quando se ama, dois corpos juntos são um só parque de diversões."


Pedro Chagas Freitas 
"Sexus veritas"

20 comentários:

  1. Muito intensa esta passagem de texto... Muito bom!

    ResponderEliminar
  2. Penso que não existe quem possa foder outro alguém...Para mim quando se fode...fodem os dois um ao outro..
    .
    Deixo cumprimentos eróticos

    ResponderEliminar
  3. Fodo-te.... por inteiro. De frente, de trás, de lado... com a língua com a boca...com o caralho em riste...
    Fodo-te hoje e sempre!!!!!!!

    ResponderEliminar
  4. Montanha russa de prazeres com mil emoções!!

    Provoco-Te <--> http://0provocador.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Voltou o Provocador e eu que tenho andado tão ausente deste mundo

      Bacio
      Peccato

      Eliminar
  5. Como se pode amar sem foder?
    E como se pode foder sem amar?
    Pode ser por uns instantes só, mas naquele momento o outro é tudo.
    Pertencemo-nos um ao outro.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  6. Flor... Porque me deixas semTua Poesia?!!
    Kláudia Flor

    ResponderEliminar
  7. Não vou por essa linha de raciocínio do amor, mas pela entrega do sexo sim... Se vai fuder... FODA com PRAZER...

    Beijos.

    ResponderEliminar