quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Apaga este FOGO

Desce pelas curvas do meu corpo
Explora o meu corpo descobre novos caminhos
Segue até ao cume do prazer
… Não há qualquer perigo …
… Tem coragem e vem ...
Rebola comigo na cama, incendeia-me
… Mostra-me o teu lado animal …
Deixa me agarrar o teu corpo, arranhar te, cravar meus dentes na tua carne … saborear-te por inteiro
Quero amar, beijar, sentir, delirar, gritar!
Sente o fluido do meu corpo
És tu que me pões assim
Quente, humedecida por ti
… Abraça-me …
… Delira comigo …
… Esquece o mundo e entra no nosso …
No teu corpo sou sedutora, louca, provocadora…
… Vem …
… Provoca-me …


[Quero-te deixar louco, a vibrar de desejo!]
A minha boca procura-te e quer sentir
Quero um amor molhado
Um encaixe quase indecente, louco, perfeito
De desejo e tesão escaldante
… Sinto-me a queimar …
Quero-te!
… estou a delirar …
Deixa-me insana
Vira me do avesso,
Faz me escrava da tua vontade
Tira me da razão, que tanto me cansa e satura!
Desabafa sobre o meu corpo o teu desejo a tua paixão a tua vontade
Marca-me o corpo
Lambe-me, sente-me
De todas as maneiras
Abro-me para ti …
Bebe o néctar de escorre de mim
Deixa-me gritar de prazer e de dor!
Penetra me devagarinho, com força!
Explode dentro de mim!

Apaga este desejo que me desconcentra 
Apaga este fogo ..............................

4 comentários: