terça-feira, 8 de julho de 2014

Pensamentos Nocturnos #7

Previa uma noite sem sobressaltos...
Deitei-me lentamente, saboreei o macio e a leveza do tecido que me envolvia o corpo a descoberto gentilmente coberto por um ligeiro aroma de mel e amêndoas que emergia nos meus sentidos, deixando-me ligeiramente embriagada naquele perfume que denunciava um banho acabado de tomar.                     

Aconcheguei-me e dei por mim, nos instantes seguintes, a pensar em ti, fechando os olhos e recordando o teu cheiro, o teu gosto, o teu toque, os teu olhar intenso de paixão, de entrega... nos momentos seguintes, enquanto te " via " acariciei os meus seios, lentamente, procurando saborear cada  toque  como se do teu se tratasse, tentando adivinhar  a doce firmeza que não tardaria a evidenciar-se... percorri todo o meu corpo com os meus dedos passando pelo meu peito, coxas, nádegas   repetindo estes movimentos delicados várias vezes, provocando intensos arrepios que me faziam estremecer continuando a imaginar-te ali bem perto. As carícias ficaram cada vez mais ritmadas à medida que te refugiaste no meu mais escondido recanto, fazendo-me estremecer de prazer, de intenção de me possuíres a qualquer momento. Os movimentos tornaram-se regulares e a evolução rápida e arrebatadora, receando chegar aquele instante que faria denunciar todo o meu prazer.


Sem comentários:

Enviar um comentário