quinta-feira, 17 de julho de 2014

Lentamente ...

… sinto como a tua rigidez se apodera de mim, com movimentos suaves num compasso lento … despertas em mim o desejo a cada movimento teu
… o corpo reage, estremece, arrepia-se, a respiração torna-se cada vez mais ofegante, soltam-se os gemidos de um prazer constante que se apodera de mim
… sinto o teu sexo, a tua tesão que a cada movimento se apodera de toda a minha intimidade preenchendo cada recanto do meu ser
… sinto o prazer que cresce, o desejo que aflora, o momento que não tarda, a entrega que escorre de mim 


… em êxtase entrego-me a ti ...

6 comentários: