segunda-feira, 14 de abril de 2014

Surpresa III

Beijamos-mos com fúria, paixão, um desejo impossível de explicar, como só havia entre nós os dois ...
E foi entre os beijos, os toques que ele amarou os meus braços, vendou-me os olhos ... e sussurrou ao meu ouvido...

"Hoje vou fazer tudo contigo, vais ser minha"

Aquele sussurro excitou-me tanto e o facto completamente à mercê dele, ter os olhos vendados e as mãos atadas daquela forma, deixou-me supre excitada e ansiosa pelo prazer que era capaz de antever.


Ele começou por me beijar devagarinho no pescoço, no peito, nos mamilos ... passou com a língua pelo meu corpo ... dando suaves dentadinhas quer no meu pescoço, quer no meu peito ...
Enquanto me beijava, as mãos dele percorriam o meu corpo por inteiro ... sentia os dedos dele dentro de mim , enquanto afastavas ainda mais as pernas, deixando-me completamente aberta para ele. 
Senti-o levantar as minhas pernas e abri-las, enquanto as enrolava na sua cintura.
Por esta altura, eu já estava completamente molhada e imaginava a visão que ele tinha de mim ... nua, de pernas abertas , as mãos amarradas, os olhos vendados ... devia estar a excitá-lo de uma maneira incrível.
Senti os dedos acariciarem o meu sexo, mexia, estimulava-me, entrava e saia de mim e eu já estava tão molhada e excitada que me contorcia toda com o prazer que estava a sentir.
A seguir, deixei de o sentir e chamei por ele ... nem uma resposta ... de repente senti a língua dele dentro de mim ... e a sua mão que apertava com força o meu peito, provocando uma dor que me excitava ainda mais … nesse momento deixei de pensar ou tentar perceber o que se passava ... limitei-me a sentir, a desfrutar, a deixar-me ir naquela luxúria.



De repente, senti que ele se afastava de mim ... estendeu as minhas pernas na cama ... mas continuou a tocar-me ... apertava, puxava, punha-me doida ... perguntei o que ia fazer a seguir ... não me respondeu mas assim que acabei de falar senti a minha boca cheia ... estava duro, quente, bastante molhado ...


Encheu a minha boca por completo, só o podia chupar, lamber, ao ritmo que ele impunha ... arqueei as costas e levantei as pernas, para que fosse mais fácil continuar a tocar-me e continuei ao ritmo que ele queria e que me estava a impor … cada vez mais rápido, mais fundo que quase o engolia por completo … sentia como a mão dele embatia cada vez com mais força na minha pele deixando aquela sensação de dor ardente e cada vez que o fazia a força era maior e o meu corpo reagia a cada palmada sentida … podia sentir que a excitação dele era quase impossível de controlar ... eu já tinha tido prazer algumas vezes ...
Suguei-o com força ... depois ele entrou em mim, com força bem fundo os gemidos dele eram fortes … tão fortes como o ritmo de cada estucada que sentia a seguir senti todo o seu néctar quente a escorrer por mim.
Quando finalmente me desamarrou os meus braços estavam dormentes pela posição, marcados pelas cordas, apele ardia e estava vermelha ... MAS VALEU A PENA … quando terminamos ficamos na cama abraçados até adormecermos ... esta noite foi simplesmente fenomenal ...


[E A NOITE TERMINOU ASSIM … MAS A HISTORIA NÃO]

8 comentários:

  1. Hmmmm, melhor do que esta descrição cheia de tesão só uma coisa.......

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. hummmm .... que coisa ...

      [talvez a continuação???]

      Bacio
      Peccato

      Eliminar
    2. Melhor? Só o passar das palavras à prática.....
      Bacio

      Eliminar
  2. Tesão de leitura!
    Aguardar o desenrolar do estoria...

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Muito excitante, muito gostoso....
    Leitura fascinante, realmente dá vontade de ir além, colocar tudo em prática.

    Billy

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O colocar em prática só dependerá de TI
      (creio eu)

      Bacio
      Peccato

      Eliminar