segunda-feira, 31 de março de 2014

És viciante

Gosto de ver o teu olhar de desejo tal qual um felino à procura da sua presa. Gosto das palavras que soltas enquanto eu gemo perante o que me dizes e fazes...a tua boca em cada curva do meu corpo ...a tua língua ao sabor dos meus mamilos...e no meu sexo...
Adoro sentir o teu sexo excitado ao mesmo tempo que a tua respiração começa a ficar mais ofegante.



Sentir o teu corpo nu e quente ao mesmo tempo que excitado, faz-me excitar também...faz-me querer-te imediatamente dentro de mim. Quando isso acontece já toda eu me sinto a escorrer, excessivamente quente, a contorcer-me de prazer.

Não houve uma única vez em que não tivesse o prazer na totalidade contigo. Por vezes, ou na maioria das vezes, mais do que uma vez..."Menina, gosta? Gostas assim?" Costumas tu perguntar por vezes...adoro a comunicação que mantemos...aguça ainda mais a vontade...desperta ainda mais o desejo.



Gosto de te ver por cima de mim, a engolires os meus dedos na tua boca enquanto fazemos movimentos excitantes com o resto do corpo. Gosto de ver a tua posição lateral e de olhos fechados quando estás por baixo de mim e atinges o ponto máximo do prazer. Gosto de sentir o teu sexo a atingir o ponto máximo de excitação...dentro de mim...dentro da minha boca. Gosto de ver o teu pé esquerdo a ficar contorcido quando te vens na minha boca, enquanto tanto afagas como agarras grosseiramente o meu cabelo...como se tivesses a dizer "não pares". Gosto de sentir a tua excitação quando "pedes" para me penetrar por trás. Adoro sentir-te assim ... 
Imediatamente com o olhar transparecemos um querer forte e contínuo...os movimentos implicam o não querer parar, o querer mais e com mais força e com mais intensidade.

E é isso mesmo que fazemos. Não paramos. não deixamos o prazer a meio. É bom demais. Mesmo. Sabe bem, funciona bem. Encaixa bem. Sem tabus e sem limites.
E no fim...no fim existe a pausa dos corpos ainda encaixados de qualquer maneira. A pausa da respiração ofegante e o suor de dois corpos exaustos e rendidos ao prazer. A pausa dos beijos lentos e meigos e carinhosos e sensuais...a pausa do toque das mãos suavemente pelas costas um do outro, aninhados debaixo das mantas...
E no fim...na hora de ir embora...existe a hora do beijo ... o beijo do "gostava que ficasses mas não posso dizer nem pedir"...o beijo a pedir rapidamente um próximo beijo e uma próxima vez...


És viciante. Estar contigo é viciante. Ficava contigo um dia inteiro na cama. A sentir-te a olhar para ti. Gosto disso e sinceramente não me assusta. 

És viciante ... És o meu vicio ... 

8 comentários:

  1. Que doce textooo :D

    Até da arrepios

    beijos

    ResponderEliminar
  2. deliciosamente excitante e viciante
    beijos
    Sonhador

    ResponderEliminar
  3. É viciante ler os teus textos e vir cá visitar-te.......

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Princesa ... eu ... tenho mais estilo de bruxinha
      (*.*)

      Bacio
      Peccato

      Eliminar