terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Reencontro com o passado (parte II)

Alguns minutos depois chegaram ao seu destino subiram até ao primeiro andar daquela casa que um dia foi o seu refúgio junto ao mar e entre beijos e caricias ele foi despindo-a, redescobrindo aquele corpo que num passado conhecia tão bem, ela deixou-se levar pela luxúria daquele momento em que se voltava a entregar aquele que um dia foi o seu amante.
Ele colocou o corpo dela sobre a cama, segurou-a pelos pulsos e abriu-lhe as pernas, beijo-lhe o corpo até chegar ao seu sexo, sentiu como ela estava húmida e desejosa de sentir aquela língua quente em movimentos suaves, loucos… E ele não lhe defraudou essa expectativa.


Ela sentiu como ele a penetrava com a língua, como explorava cada recanto do seu ser, como lambia, chupava, sugava, brincava, mordiscava, saboreava todo o seu desejo, todo o seu prazer e o orgasmo dela não tardou e explodiu de prazer para dando-lhe a provar o seu néctar.
Mas ele queria-a completamente louca e antes que ela pudesse recuperar de todo aquele prazer já a voltara a penetrar como os dedos e a língua. Ele tocava-a, lambia-a como um louco, em movimentos fortes, quentes que aumentavam a cada impulso, fazendo com que o prazer que ela sentia aumentasse a cada instante, até a fazer explodir novamente… E o orgasmo que ela sentiu foi ainda mais intenso, talvez potenciado ainda pelos resquícios do primeiro.


… continua …

Sem comentários:

Enviar um comentário