quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Sinto a urgência



Sinto a urgência do teu desejo.
Sinto a urgência do teu corpo.
Sinto a urgência do teu prazer.
***sinto a tua boca quente na minha pele***
***sinto o teu corpo contra o meu num abraço voraz e carregado de desejo*** 
***sinto-te em mim***
***e assim caímos num intenso e profundo orgasmo***

Sem comentários:

Enviar um comentário