segunda-feira, 2 de setembro de 2013


"Tenho fome do teu corpo
Tenho sede do teu néctar
Ainda não foste e já sinto a tua falta…
Todos os dias guardo em mim um pedaço de ti
Assim, quando fores, posso matar as saudades com os pedacinhos que fui juntando
Basta fechar os olhos e tenho a certeza que consigo
Se sentir com muita vontade
Se desejar com muita força
Consigo sentir-te em mim
Consigo perder-me contigo
Consigo inalar o teu cheiro
Consigo degustar a tua pele
Consigo até ver-te
Ver-te sorrir para mim
Ver-te piscar-me um olho enquanto devagarinho me fazes tua com aquela cara de malandro
(que só tu sabes fazer)
quando me persegues debaixo dos lençóis
(por entre avanços e recuos)
numa busca incessante"

(de algo que estou sempre desejosa por te oferecer)

2 comentários:

  1. até podes estar certa na tua postagem,, mas maior parte das vezes não está no querer,, mas sim no ,, deixa acontecer...!!! não achas,,,,
    bjs

    ResponderEliminar
  2. desejos e desejos,,,,avanços e recuos...
    a vida será melhor se não complicar-mos muito..
    :)

    ResponderEliminar