terça-feira, 4 de junho de 2013

... Mil e uma noites ...


Apenas as velas iluminam o espaço, a música oriental, que toca baixinho, é suavemente ritmada e sensual, no ar espalham-se aromas doces que se libertam do incenso que arde lentamente.
Deitado no chão sobre almofadas, olhas-me, enquanto danço suavemente para ti, envolvida na transparência de um fino véu, tu, tentas adivinhar as formas do meu corpo através dos movimentos leves e ondulantes que faço, segues cada passo desta dança milenar de encantamentos mil, interiorizas este ritual de desejo onde o mistério e a magia imperam, absorves este delicado revelar sem mostrar, que te liberta as emoções, e me solta as vontades.

Serpenteio-me à tua frente, seduzo-te, prendo os meus olhos nos teus, dou-te o meu feitiço, o meu fascínio, acordo-te os sentidos, cativo-te o corpo e a alma. Subtilmente, surpreendo-te, quando deixo cair das mãos, o véu que me tapa, e me revelo a ti, neste harém de uma só mulher, onde tu és rei….

2 comentários:

  1. Cada noite que passa, cada noite em que te entregas, cada noite em que cativas, vais adiando o desfecho, Sherazade!
    Que os teus delitos sejam bem mais que mil e um pecados.
    Cum

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... Mil e uma noites de desejo, vontades, delírios ...
      ... Mil e uma noites de pecados ...

      Bacio per TE

      Peccato

      Eliminar