quarta-feira, 5 de junho de 2013

Entre as sombras ...


Entre as sombras do nosso jardim, caminhei em busca de ti, deambulei entre as árvores imponentes que me cumprimentaram à chegada, perdi-me num emaranhado de raízes antigas e folhas secas, que cantando baixinho, me diziam que virias. Tímidos raios de Sol desciam e tocavam levemente o chão, iluminando o caminho que tu e eu havíamos pisado noutros momentos felizes.
Quis esperar-te, quando me disseste que não irias, aguardei a tua chegada mesmo sabendo que não poderias vir, mas agarrei-me ás certezas e insisti na espera, até desesperar. Na ânsia de te sentir, despi-me de preconceitos, vesti-me de desejo, soltei em mim carícias de prazer, e seduzi-me….
E ali, escondida naquele jardim, onde tu não chegaste, amei-me intensamente, num momento único, em que fechei os olhos, e as minhas mãos, foram as tuas….

2 comentários: