sexta-feira, 31 de maio de 2013

***


Devassa, insana, profana
No teu leito me desnudo sem pudores.
Entregue, à vastidão dos teus sabores.

Sinto-te na minha língua, devoro-te sem compaixão.

2 comentários:

  1. Devassidão, insanidade, profanação
    No meu leito te desnudas sem pudores.
    Entregue, à vastidão dos meus sabores.

    Sentes-me na tua língua, devoras-me sem compaixão.

    Bonito de ler, bonito de ouvir.
    Bacio

    ResponderEliminar