sábado, 6 de abril de 2013

Timidez ...



Na minha Timidez ...
Invento-te num sonho só meu e sem pudor, desvendo-te os segredos que minha alma esconde…
Mostro-te sem rodeios os desejos sentidos, expostos nos arrepios que o teu olhar provoca em MIM.
Seguindo sem medo, os caminhos traçadas na pele para te levar ao mais infinito sentido de prazer…
Dispo-me das incertezas para abraçar a cor da paixão que me envolve o corpo com o seu manto quente, feito de vontades urgentes, desejos alucinantes, delírios estonteantes.
Em gestos inquietos, guio-te neste fogo que me queima por dentro…
Revelo-te na minha nudez, o desejo da entrega que me assalta e num ultimo rasgo de lucidez, diante desta loucura que é desejar-te ... transparece toda a minha timidez ...


Sem comentários:

Enviar um comentário