sexta-feira, 22 de março de 2013

Esta noite ...


Esta noite, conduz-me.
Não digas nada...
Absolutamente nada...
Sim, sou eu que te peço...
Leva-me para longe enquanto a noite misteriosa se transforma em dia.
Deixa-me na pele as marcas da paixão, do tesão.
Sua-me o corpo, aperta-me com os teus braços
Puxa-me para ti, diz que me queres.
Rasga-me a roupa…
Os toques das nossas peles suadas,
Dos nossos corpos que rolam sob um lençol macio.
Passa-me a língua no pescoço e vai descendo…
Entra em mim, chama o meu nome.
Eu quero mais...
Muito mais...
Quero-te dar prazer,
Quero sentir a tua pele arrepiada,
Teu cheiro…
Teu gosto…
Esgota-me…
Tira de mim o fogo, liberta-me de gritos silenciosos…
Dos olhares perdidos, dos gemidos sôfregos que arrasto.
A noite está quente.
Não me perguntes onde quero ir.
Leva-me.
Conduz-me.
Diz-me tu.
Onde me queres levar??

Sem comentários:

Enviar um comentário