quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Toca-me


Deslizar contínuo, envolvente que escorrega por mim, e se deixa ir na intensa vontade que se passeia e ondula por todo o meu corpo, doce arrepio de prazer, intenso e liberto, para além do suspiro arrebatador que me enche, e sufoca o deleite contido na carícia. 
Subtil promessa de paixão que prova, saboreia, confessa e envolve a sumptuosidade e a grandeza das fantasias que se soltam entre os teus dedos, descobrindo secretos anseios, revelando os caprichos que me tocam a pele, num fluir de gritos surdos que ecoam nas paredes do meu querer.
Serena meditação, na intensidade dos sentidos, que param, esperam, estremecem, e abraçam só para si, o auge do desejo prometido, que me ofereces as tuas mãos…

Sem comentários:

Enviar um comentário