sábado, 2 de fevereiro de 2013

Sinto [no meu corpo]


No meu corpo sinto-te em arrepios de prazer...
Percorres-me em afagos beijos, sussurros molhados, mãos exploradoras...

Entrego-me ao sentir as tuas carícias penetrantes. 
Em cálidos movimentos, teu corpo inflamado por desejos intensos em momentos de loucura, solta-se em ondas aquecem-me a alma, suores de emoções, infinitas sensações de paixão. 
Almas que se tocam em sintonia de pensamentos, voam em segredo ao sabor do infinito.
Mergulho na luxúria dos teus beijos apertados de cálidos desejos que despertam em mim.

Aspiras da minha alma o vento em êxtase que bebes e preenches de sentimento todo o meu ser.
Entranho-me no teu corpo, loucura que me invade num fogo de perdição, prazeres demorados.

Sem comentários:

Enviar um comentário