sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

MEU corpo pede o TEU



Meu corpo pede o TEU num desejo ardente que só de me imaginar nos teus braços estremeço, vibro, enlouqueço de vez, o simples toque de tuas mãos provocam em mim arrepios, solto faísca tal não é a minha excitação ...
Meus lábios ardem de desejo ao toque dos teus entre beijos, mordidas suaves vorazes, teus lábios sugam e devoram os meus ...
Aninho-me no teu peito, enrosco-me, encosto-me, quero-te, puxo-te, sinto-te ... são mãos avidas que exploram nossos corpos em caricias atrevidas sem pudor ...
Olhares que se cruzam ... brilham, reluzem ... explodem ... expressam toda a fúria dos desejos reprimidos ... 
Corpos que se entregam numa louca sintonia ... vibram ... estremecem ... gritam de prazer em movimentos lentos ... suaves ... acelerados ... longos ... num com passo nunca antes sentido ...
e  o MEU corpo pede o TEU num leito imaginário ...
[Sonhando outra vez]

6 comentários:

  1. E por vezes os leitos imaginários são os melhores!!
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por vezes são o único que temos ...
      Beijinhos doces

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Insanidade de desejo ... prazer ... vontade
      Beijinhos doces

      Eliminar
  3. no MEU leito... o MEU corpo presenteia o TEU num deleite prazeroso, em explosão real...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Num deleite imaginário por vezes tão real ...
      Beijinhos doces

      Eliminar