terça-feira, 28 de agosto de 2012

Desejo-te


Desejo esse corpo que conheço tão bem.
Desejo-te.
Desejo essa boca na minha.
Essas mãos a percorrerem o meu corpo.
Desejo esse olhar de tesão.
Desejo-te.
Desejo esse teu toque que me arrepia.
Esses lábios nos meus seios.
Desejo esse bafo louco por mim.
Desejo-te.
Desejo esse olhar cheio de tesão.
Esse olhar que me possui sem me tocares.
Desejo que me possuías e que me faças tua.
Desejo-te.
Desejo essa mistura de sensações.
Essa mistura de sentimentos.
Desejo.
Desejo-te aqui.
Para mim.

2 comentários:

  1. Que deliciosa explanação do desejo incontrolável.
    Esse sentimento por vezes dói tanto... quando a comparência da figura amada é impossível no momento...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Doí
      Queima a alma
      Entristece o ser
      Desejo de ter quem se quer sem poder

      Eliminar