segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Os meus sentidos


Os meus sentidos aguardam-te.
Presentem-te cada vez mais próximo.
A tua voz.
A tua cor.
O teu sabor.
O teu cheiro.
A tua pele.
Estás mesmo aqui ao lado.
Chega.
Depressa.
Invade-me.
Sente-me.
Rouba-me.
A alma.
A pele.
Leva-me.
Não mês dês tempo para responder.
Sê meu.
Escreve-me.
Lê-me.
Percebe a tua voz no meu corpo.
Nas letras pintadas em mim.

Sem comentários:

Enviar um comentário